Revista IBDFAM - Famílias e Sucessões - Edição 33

Para esta edição foram selecionados os seguintes artigos: “Famílias paralelas – visão atualizada”, por Giselda Maria Fernandes Novaes Hironaka e Flávio Tartuce; Glicia Barbosa de Mattos Brazil analisa “Quais os efeitos psicológicos, para as crianças, na fixação de duas casas?”; “União estável e a leveza do tempo” é o tema abordado por Lourival Serejo; Saulo Xavier de Brito Amorim aborda “A licença-parental e o Estatuto dos Servidores da União: urgência de revisão e adequação à contemporaneidade”; “Aspectos jurídicos da Lei n. 13.431/2017: a escuta especializada e o depoimento especial de criança ou adolescente vítima ou testemunha de violência”, por Paulo Henrique Aranda Fuller; “O contributo da afetividade para a construção do conceito de família eudemonista na contemporaneidade” é o estudo de Hilda Ledoux Vargas. Na seção Decisão Comentada, Ingrid Êmili Cavalcante de Alencar aborda o fim da liberdade de escolha do regime sucessório, analisando o julgamento do RE 878.694/MG pelo Supremo Tribunal Federal. Mais: recentes decisões que interferem no Direito das Famílias e Sucessões.

Ronner Botelho
Editor